segunda-feira, 11 de abril de 2011

Filme turco quebra a sisudez da competição principal em Berlim

JULIA DÓCOLAS
Direto de Berlim
A disputa acirrada pelo Urso de Ouro no Festival de Berlim geralmente é marcada por filmes densos, sérios e polêmicos, que muitas vezes destoam do cinema convencional - e Hollywoodiano - que o grande público está acostumado a assistir. O longa Our Grand Despair quebra essa corrente de grandes reflexões e apresenta um filme simples, sobre a importância da amizade e companheirismo, como a equipe do filme apontou no encontro com a imprensa nesta quarta-feira (16).
O diretor turco Seyfi Teoman traz a história de dois grandes amigos da época do colégio, Ender (Ilker Askum) e Cetin (Fatih Al), que hoje estão na casa dos 30 e poucos anos e moram juntos. A chegada de Nihal (Gunes Sayin), irmã mais nova de um amigo dos dois, sacode a vida deles: ambos se apaixonam por ela. A história se passa na urbana Ankara e foge da característica de muitos filmes internacionais que enfatizam a cultura e tradições do país.
"O pessoal de Ankara é modesto, companheiro e tranquilo, ao mesmo tempo que a cidade é moderna e pode representar a Turquia de hoje. Sua arquitetura e modernidade é muito particular. O filme não poderia se passar em outro lugar", explicou Teoman.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bienal de Istambu anuncia lista de artistas participantes...

Por: Rev.Brasileiros O brasileiro Victor Leguy está entre os selecionados para a mostra, que abre em setembro Adicionar  Os curador...