Total de visualizações de página

domingo, 31 de janeiro de 2010

Maria João Pires candidata ao primeiro Grammy português por DAVIDE PINHEIROHoje



RETIRADO DO D DE NOTÍCIAS PT http://dn.sapo.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=1483235&seccao=M%FAsica


São hoje entregues as "grafonolas" mais importantes da música. Beyoncé é quem tem mais nomeações. A pianista portuguesa está nomeda em Melhor Interpretação Solista.

Numa cerimónia dominada pelas mulheres, Maria João Pires é candidata a trazer o primeiro Grammy para Portugal. A pianista está nomeada na categoria de Melhor Interpretação Solista pela edição de um duplo álbum dedicado a Frédéric Chopin. Concorrem pelo mesmo prémio a violinista Caroline Goulding, a guitarrista Sharon Isbin, a pianista Ursula Oppens e a jovem pianista chinesa Yuja Wang.
Quanto às restantes categorias, e sobretudo aquelas que dizem respeito ao mundo da pop, não espanta que seja uma cantora a recolher o maior número de nomeações. Beyoncé Knowles é candidata a dez estatuetas. Ainda assim, vale a pena levar muito a sério um nome que na Europa ainda está a milhas da popularidade que já goza em território americano. Taylor Swift é o grande nome da nova country e apesar dos tenros vinte anos e da figura frágil parece ser a única com pujança para impedir que Beyoncé junte ainda mais troféus aos muitos que já venceu. Em Dezembro, nos American Music Awards levou cinco prémios para casa quando o já falecido, mas nem por isso menos favorito, Michael Jackson era apontado unanimente como o favorito a vencer todos os ceptros para os quais estava indicado.
De resto, Beyoncé e Taylor Swift foram protagonistas de um dos episódios mais caricatos ocorridos em cerimónias do género num passado recente. Durante os MTV Video Music Awards, ambas estavam nomeadas na categoria de Melhor Vídeo Feminino. Venceu Swift mas durante o discurso de agradecimento, o sempre irreverente Kanye West irrompeu pelo palco para dizer que Single Ladies (Put a Ring On It), de Beyoncé, era "um dos melhores vídeos de sempre". Tudo isto perante o olhar pasmado de uma assistência maioritariamente constituída por nomes ligados ao show business. Swift não escondeu a tristeza mas a noite ainda não tinha terminado. Quando Beyoncé venceu o prémio de Melhor Vídeo, "dando razão" a Kanye West, chamou a cantora country ao palco para poder concluir os agradecimentos que havia deixado a meio. O rapper pediu desculpa na segunda-feira seguinte mas não se livrou de opiniões reprovatórias vindas de figuras como Pink, Miley Cyrus ou Katy Perry.
Ordenando os artistas por nomeações, Beyoncé é então candidata a dez prémios seguindo-se um pelotão onde, além de Taylor Swift, se encontram...Kanye West, Maxwell e os Black Eyed Peas. Estes últimos e Lady Gaga são, à partida, nomes que estão numa segunda linha de favoritismo partindo do princípio que os Grammys se sustentam nos resultados do mercado, sobretudo o americano. O primeiro troféu já foi, todavia, entregue na sexta-feira. Neil Young foi a Personalidade do Ano por ser "um exemplo de integridade artística e pela criatividade ao longo de quatro décadas", afirmou o Presidente da Academia Discográfica, Neil Portnow. Quanto ao famoso Prémio Polka deixou de constar da agenda.
Nem só de prémios se faz, contudo, esta cerimónia. Jamie Foxx e T-Pain com Slash e Doug E. Fresh; Drake, Eminem e Lil'Wayne com Travis Barker; um tributo a Les Paul com Jeff Beck e Imelda May; o elenco de 'American Idiot' com os Green Day; Beyoncé, Black Eyed Peas, Dave Matthews Band, Lady Gaga, Maxwell, Pink, Roberta Flack, Elton John e Jennifer Nettles (Sugarland) têm actuação confirmada. Simon Baker, Alice Cooper, Sheryl Crow, Kalye Cuoco, Placido Domingo, Robert Downey Jr., Wyclef Jean, Juanes, Miranda Lambert, John Legend, Jennifer Lopez, Lea Michelle, Chris O'Donnell, Katy Perry, Lionel Richie, Ryan Seacrest, Seal, Quentin Tarantino e Keith Urban estarão presentes na qualidade de apresentadores.
O AXN transmite a cerimónia para Portugal a partir da uma da manhã. Uma hora antes, arranca a emissão especial da Antena 3.

sábado, 30 de janeiro de 2010

George Lucas prepara musical

Diário de Notícias Lisboa Pt

O norte-americano encontra-se a produzir o seu primeiro filme musical, que será uma animação realizada por Kevin Munroe.
A pré-produção do filme está de momento a ser feita no Sky-walker Ranch, de George Lucas. Apesar de o projecto ainda não ter título, já se sabe que o filme vai contar com a presença de fadas. O realizador desta animação estreou-se no grande ecrã com o filme Tartarugas Ninja - O Regresso, de 2007.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Exposição vai mostrar o Recife através dos recifenses

Enquanto não chega o lançamento do projeto RECIFE DIGITAL vamos conhecer mais imagens da capital pernambucana. Dessa vez a fotógrafa Andreza Menezes nos leva a Praça da República (ainda decorada para o natal 2009
by http://www.diariodepernambuco.com.br/viver/nota.asp?materia=20100128132354&assunto=76&onde=Viver

Será lançada amanhã (28), no Centro Cultural dos Correios, no Recife Antigo, a mostra “Recife Digital - Um minuto cinematográfico sobre a capital pernambucana”. O material, produzido por alunos do curso de Organização de Eventos do Senac, mostra diversos ângulos da cidade sob a ótica de diferentes pessoas.

Os objetos da mostra foram captados por meio de aparelhos de celular, câmeras de vídeo e de fotografia, depois de uma pesquisa aplicada em cerca 250 pessoas para identificar quais os lugares preferidos da população. O primeiro ponto foi Marco Zero.

De lá, os alunos passaram pela Praça Arsenal, Torre Malakoff, Paço Alfândega, Palácio Campo das Princesas, Teatro Santa Isabel, pontes da cidade, Casa da Cultura, Cais Santa Rita (Catamarã), Mercado São José, Rua da Aurora, Conde da Boa Vista, Avenida Agamenon Magalhães, Derby, Parque da Jaqueira, Morro da Conceição, Poço da Panela, Horto Dois Irmãos, Instituto Ricardo Brennand e Shopping Recife. O final do roteiro foi a praia de Boa Viagem, local mais citado entre os entrevistados.

Durante a abertura da exposição, também será lançado o selo do evento, resultado de uma parceria com os Correios. No sábado haverá exibição do vídeo das 12h às 18h também no Centro Cultural dos Correios. Imagens e mais informações sobre o projeto podem ser encontradas no blog http://projetorecifedigital.blogspot.com.

Bibliomúsica 2010 - BDB/FBN recebe inscrições para seleção da programação musical deste ano


Bibliomúsica 2010 - BDB/FBN recebe inscrições para seleção da programação musical deste ano

Estão abertas até 12 de fevereiro as inscrições para músicos de todo o país que queiram participar do processo de seleção do Bibliomúsica 2010. É um projeto educativo e cultural promovido pelo Biblioteca Demonstrativa de Brasília da Fundação Biblioteca Nacional (BDB/FBN), instituição vinculada ao Ministério da Cultura, e visa divulgar a diversa gama de serviços que uma biblioteca pode oferecer.
A iniciativa apresenta concertos didáticos pedagógicos mensais, acompanhados de palestras informativas sobre o tipo de música apresentada, sobre os instrumentos utilizados e a formação musical do grupo. A BDB/FBN é responsável pelo registro, guarda e manutenção de partituras de obras musicais produzidas no Distrito Federal. Por meio do Bibliomúsica põe em prática a interação entre diferentes áreas culturais.
Os interessados em participar devem encaminhar projeto detalhado sobre o espetáculo, incluindo o roteiro da explanação que será feita, currículo, e um CD ou fita cassete com o repertório da apresentação contendo pelo menos três músicas que farão parte do show, para o Setor de Promoção e Programação Cultural da BDB (Avenida W3 Sul, EQ 506/507, CEP 70350-580, Brasília, DF).
O projeto deve conter informações sobre o tipo de música a ser apresentada, compositores, instrumentos, a formação do grupo (orquestra, conjunto, duo etc), escrito em espaço dois, sem rasura e em três vias. Os selecionados receberão como prêmio a realização de um espetáculo na BDB e o pagamento de cachê após à apresentação. A seleção julgadora será formada por três profissionais ligados à área da música e não poderão participar da seleção funcionários ou prestadores de serviços à FBN, bem como seus parentes.
Neste ano a Biblioteca comemora os centenários de nascimento de Noel Rosa e de Adoniram Barbosa e por isso os projetos selecionados deverão apresentar uma música de cada um desses compositores, previamente acordadas com o Setor de Promoção e Divulgação Cultural. O deslocamento para Brasília e a estadia serão de inteira responsabilidade dos músicos.
Informações: www.bdb.org.br e (61) 3244-3015 ou 3443-0852, em horário comercial.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

DEVASTADO. El Musée du Pantheon d'Haiti


DEVASTADO. El Musée du Pantheon d'Haiti se encuentra en la calle de enfrente del Palacio Nacional de Haití, (foto) destruido por el terremoto del 12 de enero.
12:01 | La UNESCO llamó hoy a la comunidad internacional a proteger el patrimonio cultural de Haití, que resultó seriamente dañado en el devastador sismo del 12 de enero y que está siendo objeto de robos.
By Revista Ñ ELCLARIN BA AR

domingo, 24 de janeiro de 2010

O verdadeiro Van Gogh' revelado em Londres



DIÁRIO DE NOTÍCIAS -PT

http://dn.sapo.pt/inicio/artes/interior.aspx?content_id=1477004


A Academia Real das Artes, em Londres, revela a partir de hoje (até 18 de Abril) a obra de Van Gogh à luz das suas cartas - mais de 35, raramente exibidas em público, em conjunto com 65 quadros e 30 desenhos.

A maioria destas cartas foi escolhida pelos esboços em miniatura que continham dos quadros e das circunstâncias em que foram feitos. Durante anos, Van Gogh escreveu dezenas de cartas, algumas ao irmão Theo, um negociante de arte, à irmã Wilhelmina, a outros artistas como Anton Van Rappard, Emile Bernard e Paul Gauguin.

sábado, 23 de janeiro de 2010

El British Museum expondrá dibujos renacentistas italianos y esculturas de Ife

TESOROS DEL MUSEO BRITANICO. Una cabeza de los siglos XII al XIV

BY REVISTA Ñ EL CLARIN B A AR
El Museo Británico anunció hoy sus dos grandes exposiciones de esta temporada: una dedicada a los dibujos renacentistas italianos y otra, a las esculturas del legendario reino africano de Ife (en la actual Nigeria).
TESOROS DEL MUSEO BRITANICO. Una cabeza de los siglos XII al XIV
La primera muestra, que tendrá lugar del 25 de abril al 25 de julio, reunirá un centenar de dibujos de dos de las más importantes colecciones existentes en el mundo: la de los Uffici, de Florencia, y la del propio Museo Británico.

Titulada De Angelico a Leonardo, incluirá además obras de Jacopo y Gentile Bellini, Carpaccio, Filippo Lippi, Mantegna, Miguel Ángel, Tiziano y Verrocchio.

Utilizando la reflectografía con rayos infrarrojos y otras técnicas de análisis respetuosas con la integridad de los dibujos, la exposición permitirá hacerse una mejor idea de la experimentación de esos artistas con una libertad que no siempre es aparente en las obras ya acabadas.

La exposición comenzará en 1400 con el desarrollo de la perspectiva, el interés en las formas clásicas y la mayor atención prestada al naturalismo y terminará con los dibujos tempranos de Rafael y Miguel Ángel, antes de su viaje a Roma, que marca el comienzo del Alto Renacimiento.

Entre estos últimos dibujos, en los que se desarrollan tendencias artísticas preexistentes en Florencia, destacan los estudios para la "Virgen de Brujas", de Miguel Ángel, o los de la Virgen y el Niño, de Rafael.

Durante el siglo XV, los artistas comenzaron a tratar los dibujos como obras de arte por derecho propio, fenómeno explicado por la mayor aceptación de las obras gráficas, que comenzaron a coleccionarse y conservarse.

Esa importancia creciente del dibujo es evidente en obras como la mordaz alegoría de la locura humana titulada "Virtus Combusta" (Virtud en llamas), de Mantegna, o el "busto de Guerrero", de Leonardo.

Sin embargo, según explica el British Museum, la mayoría de los dibujos que se exhibirán son simples bocetos, que normalmente no habrían salido de los estudios de los artistas.

La exposición, que pondrá el énfasis en Florencia e Italia aunque examinará también la producción en otras ciudades italianas, incluirá el primer dibujo de un paisaje del arte europeo y primera obra documentada de Leonardo, un paisaje panorámico ejecutado a pluma y datado el 5 de agosto de 1473.

La segunda exposición del British Museum, dedicada a las esculturas del reino de Ife (del 4 de marzo al 6 de junio), co-patrocinada por la fundación Emilio Botín del banco español Santander, contará la historia de la legendaria ciudad homónima.

Ife sigue siendo considerado el corazón espiritual del pueblo Yorube, hoy repartido entre Nigeria, la República de Benín y otros lugares del mundo adonde han emigrado miembros de esa etnia.

Entre los siglos XII y XV, Ife floreció como una poderosa, cosmopolita y rica ciudad Estado en lo que es hoy la moderna Nigeria y que fue centro de una importante actividad comercial.

Los artistas de Ife desarrollaron una tradición escultórica muy refinada, de corte fuertemente naturalista, en distintos materiales como la piedra, la terracota, el latón y una aleación de cobre, y crearon un estilo muy singular.

Las esculturas, de figuras humanas, representan a individuos de todos los estratos de la sociedad, de todos los grupos de edad, lo mismo a sanos que a enfermos, y expresan tanto el sufrimiento como la serenidad.

Según el mito yoruba, Ife era el centro de la creación del mundo y de toda la humanidad, y había allí arboledas sagradas en algunas de las cuales - dos en particular- aparecieron numerosas esculturas: figuras humanas y de animales.

Una de las más preciosas imágenes del poder real de Ife es una máscara de cobre del rey Obalufon II mientras que en la necrópolis real de Lafogido se encontraron un elefante de terracota y una cabeza de hipopótamo.

Fuente: EFE

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SP recebe exposição com 178 gravuras de Marc Chagal

by uol vídeos...http://bit.ly/4n2FQ9

http://fotografosdomundo.weblog.com.pt/

Zbigniew Reszka vive e trabalha em Warsaw, Polónia. Trabalha para as melhores revistas de moda e agências publicitárias polacas e exibe as suas fotografias em todo o mundo.

Zbigniew Reszka - Spiralahttp://fotografosdomundo.weblog.com.pt/

RETRATOS DO BRASIL

SEBASTIÃO SALGADO O ATIVISTAS - ENTREVISTA

3° Concurso Pernambuco Nação Cultural

Foto: Rachel Ellis | “Progresso Urbano”

Foram divulgadas as fotos vencedoras do 3° Concurso de Fotogria Pernambuco Nação Cultural, promovido pela Fundarpe. Os vencedores foram:-VEJA EMhttp://www.olhave.com.br/blog/?p=4348
CRÉDITOS PARAhttp://www.olhave.com.br/blog/?p=4348

Ministra da Cultura de Portugal quer entradas gratuitas nos museus



OBS: ESTE É UM EXEMPLO QUE DEVERIA SER SEGUIDO PELO BRASIL, COMO ESTRATÉGIA AO QUE CHAMAMOS EDUCAÇÃO PERMANENTE, NUM PAÍS ILETRADO, E DE POUCOS RECURSOS PARA AS POLÍTICAS CULTURAIS.



A ministra da Cultura, Gabriela Canavilhas, afirmou hoje, quarta-feira, em Lisboa, que pretende criar condições para tornar gratuitas ao público as entradas nos museus e monumentos nacionais.

Em declarações à Lusa no final da sessão de apresentação do novo plano estratégico para o sector dos museus, que decorreu no Museu de Arte Popular, em Belém, a ministra manifestou-se favorável à entrada gratuita nestas instituições públicas que guardam o património do país.

"É o meu sonho tornar possível a entrada gratuita aos visitantes residentes em Portugal, assim que eu conseguir financimento paralelo que possa cobrir as receitas dos bilhetes", garantiu a ministra.

Questionada sobre o valor anual dessa receita, Gabriela Canavilhas avançou que as entradas nos museus e monumentos nacionais rendem sete milhões de euros por ano.

A ministra acredita nos resultados positivos desta medida, nomeadamente "no caso das famílias numerosas, que podem sentir-se mais motivadas a visitar os museus e monumentos" do país.

Por outro lado, "é uma prova de que o serviço público funciona por excelência", sublinhou.

Na intervenção pública, a ministra avançou que o orçamento para a cultura, ainda não aprovado, "vai ser melhorado" em 2010.

Gabriela Canavilhas também admitiu que existem "assimetrias" no investimento público no sector dos museus, com fundações como as que gerem o Museu Berardo e o Museu de Serralves a receber orçamentos elevados, enquanto os museus da rede nacional se defrontam com dificuldades todos os anos.

"Há desequilíbrios, mas estamos a estudar uma solução de financimento dos museus por via do cheque-obra", indicou a ministra durante a sessão.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

PAULO VASCONCELOS FOTOS

BUENOS ARIRES 2009 CRIANCAS DE RUA
CABO BRANCO PB 2010
PRAIA DDO TOMBO GUARUJÁ 2001
PISO PORTUGUÊS-AV PAULISTA COMINTERFERÊNCIA DE MOSAICO DE ARTISTAS 2008
MANIFESTANTES EM BRAÍLIA -CONTRA SARNEY 2009
FEIRA ARTESNAL TORRE BRASÍLIA 2099
BRASILIA 2009 CERRADO
BRASÍLIA 2009 FLORES DO CERRADO
FONTE NA 9 DE JULHO BUENOS AIRES
PALERMO BUENOS AIRES ARGENTINA 2009

GERALDO DE BARROS

Foto: Geraldo de Barros (1923-1998)
http://www.olhave.com.br/blog/?p=4282
http://www.olhave.com.br/blog/Nair Benedicto por Stefania Bril

Foto: Nair Benedicto (1985)Fotografia



A ação desencadeada em São Paulo de muitos!, nos proporcionou uma afluência de olhares e sentidos sobre uma cidade que vai além da paisagem contrita. Encontramos, a cada visitação, mais e mais pessoas. Vimos fotografias, conhecemos pessoas e lembramos de outras, tão importantes e significativas para a nossa história da fotografia brasileira. Dentre eles, lá está: Nair Benedicto.

Para nós, foi uma alegria ver duas fotografias enviadas por Nair Benedicto para a ação São Paulo de muitos! E atestar que o imaginário que construímos de São Paulo se configura através de uma paisagem oblíqua ou não, como nos indica Nair Benedicto. Bom encontrá-la, revê-la. Lembremos de outra grande mulher, a crítica Stefania Bril que assim percebeu Nair:

“Nair se preocupou sempre com os esquecidos, os discriminados: menor, índio, mulher. E ensinou sua câmara a enfrentar os fotografados cara a cara e a conversar com eles também, com ela. Nair, o faz. Para entendê-los melhor e tornar-se testemunha não das lamúrias, mas dos questionamentos e reivindicações. Justas.”
Stefania Bril, 1987.
Por Georgia Quintas.

RUI VALE DE SOUSA ----- FOTÓGRAFO PORTUGÊS





http://www.ruivaledesousa.com/

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

JOÃO DEMILTON SANS DESIGNER DE SAPATOS

JOÃO D. SANS EM ENCONTRO COM AMGOS INTLECTUAIS

PEÇAS DO DESIGNER JOÃO D SANS



SAMPA POEMAS

Pescador China Foto Reuters


Fishermen row a boat in the algae-filled Chaohu Lake in Hefei, Anhui province, China on June 19, 2009. China invested 51 billion yuan ($7.4 billion) towards the construction of 2,712 projects for the treatment of eight rivers and lakes in 2009, Xinhua News Agency reported. (REUTERS/Jianan Yu) #

Severino Araújo está em Livro.Severino Araujo e OrquestraTabajara Ed Nacional




"Severino Araújo está em Livro.Severino Araujo e OrquestraTabajara Ed Nacional .Severino começou em João Pessoa 1935 inspirada nas Big Bands , hoje ainda é sucesso.Severino Araújo e Tabajara .
O pai de Severino Araújo era mestre d Orquestra e banda em Limoeiro (PE), e foi quem deu as primeiras noções de música. Ainda criança, adotou a clarineta como instrumento favorito. Na década de 30 mudou-se para João Pessoa, onde foi clarinetista da banda da polícia. Em 1936 escreveu o choro "Espinha da Bacalhau", uma de suas composições mais famosas. Ainda na Paraíba, foi regente da orquestra da Rádio Tabajara, e com alguns integrantes dela partiu para o Rio de Janeiro no final dos anos 30. Apenas em 1945 a Orquestra adotou oficialmente o Rio de Janeiro como sua sede. Inspirada nas big bands norte-americanas, a Orquestra anima bailes, festas e gafieiras desde os anos 40 até hoje, totalizando mais de 13 mil apresentações. Além de atuar em bailes e festas, a Orquestra Tabajara trabalhava em emissoras de rádio. Com grande popularidade, a Orquestra gravou mais de 100 discos de 78 rpm, batendo recordes de longevidade, além de alicerçar o trabalho de cantores como Jamelão, com quem gravou dois discos-tributos a Lupicínio Rodrigues. Durante a existência do Circo Voador, no Rio de Janeiro, a Tabajara era a atração tradicional dos domingos, com a Domingueira Voadora. O repertório é composto tanto de clássicos do jazz e da canção norte-americana quanto de temas da música brasileira. Severino Araújo, que foi aluno de Koellreuter, é autor de várias músicas executadas pela Orquestra, e comemorou seus 80 anos ainda à frente do grupo, regendo e ensaiando.
http://cliquemusic.uol.com.br/artistas/ver/severino-araujo-e-orquestra-tabajara

domingo, 17 de janeiro de 2010

Adryana BB, essa pernambucana cheia de suingue e uma energia contagiante, levou para diferentes cantos do país o maracatu, o xote, a ciranda, o côco.

http://www.adryanabb.com/index.php?option=com_frontpage&Itemid=1
A cultura se resume àquela considerada erudita, acessível, em sua grande maioria, aos ditos intelectuais? E a cultura popular? É menos importante? Não que devamos desconsiderar essa forma de fazer cultura mais clássica, digamos, mas considerar que existem outras possibilidades. A intenção é somar e não dividir. A chamada cultura popular, em se tratando de Brasil, é muito vasta, muito diversificada e pouco conhecida. Elas acabam se resumindo ao conhecimento do local onde esses movimentos surgiram. É hora de mudar.


Como uma apaixonada pela cultura popular, acredito que o Brasil tem muito a oferecer nesse aspecto. E ajudar a divulgar essa cultura é, e sempre será, o objetivo desse blog. Sendo assim, hoje trago uma talentosa representante da cultura do Nordeste, melhor dizendo, do Recife.


Ela já tem 20 anos de carreira, que foram comemorados em um show no Rio de Janeiro. Adryana BB, essa pernambucana cheia de suingue e uma energia contagiante, levou para diferentes cantos do país o maracatu, o xote, a ciranda, o côco. E está lançando seu novo CD, “Do barro ao ouro”, gravado ao vivo, também no Rio.


O cd mistura um pouco de cada um desses ritmos, e o resultado final, é um trabalho de muita qualidade, como aqueles CDs impossíveis de ouvir apenas uma vez. É um som diferente do que costumamos ver aqui no Sudeste. E é bom que seja assim, que a cultura do Nordeste esteja chegando até nós. O batuque contagiante e a voz expressiva de Adryana dão ao cd um toque bem particular. Percebe-se que é um trabalho elaborado com muita dedicação e amor, pois cada detalhe se encaixa e encanta a quem ouve. Nos show de Adryana, não dá pra ficar parado. E ter esse show em casa, é um privilégio. A idéia de gravar esse cd ao vivo foi um belo acerto, pois conservou a energia que Adryana transmite no palco, em cada nota que canta.


E as influências da cultura nordestina são muito marcantes, não apenas nas letras e nos ritmos, mas nos compositores. É o caso da música “Saudade”, composição de Adryana BB e seu conterrâneo, o jornalista e letrista Gilvandro Filho.


Adryana iniciou sua carreira em 1988, em festivais de música, em Recife, já como compositora. Mudando-se para o Rio de Janeiro, no final dos anos 90, Adryana foi integrante do grupo Rio Maracatu, que caiu nas graças do público carioca, e é sucesso até hoje. Ela foi a primeira mulher puxadora de maracatu nessa região, sendo ela, também, a organizadora do primeiro desfile de maracatu no Rio de Janeiro.


O fato de o público carioca ter aceitado esse movimento cultural é de muita importância para o enriquecimento e troca, pois nada mais positivo que a inserção de movimentos culturais em lugares diferentes do de sua origem. Incentivar esse tipo de troca devia ser prioridade e uma constante busca.


Como Adryana mesmo definiu, seu trabalho é “popular, mas com a qualidade que o povo merece”. Assim, a cultura popular vai ganhando seu espaço, sem perder o profissionalismo, atrelado ao grande talento de artistas como ela. Mas, tão importante quanto a qualidade, é que a essência desses movimentos não se perca. E, nisso, trabalhos como o de Adryana BB contribuem, e muito.

Carnaval 2009...

FINALISTAS DEL PREMIO PETROBRAS 2009

http://www.buenosairesphoto.com/premio.html
Un apache en mi Facebook
Por Julio Sánchez

“En estos momentos estoy sentado junto a un hermoso arroyo que corre a través de los bosques del territorio apache. Incontables pájaros cantan sus canciones de gozo y amor, Al alcance de mi mano yace un árbol, talado ayer noche por un castor que ahora mismo se asoma bruscamente, da un vistazo y se escabulle con rapidez”, se lee en el cuaderno de apuntes de Edward Curtis (1858 - 1952) que nos legó 20 volúmenes -El indio norteamericano, 1907-1930- en donde documentaba la vida, costumbres, mitos, hábitos, religión, lengua y mucho más, de decenas de tribus americanas. Curtis registraba un pueblo que mutaba y moría; en el último de los casi 40.000 negativos que dejó, aparece Wilbur Peebo, un apache vestido… de saco y corbata.
Hoy la fotografía artística (por llamarla de algún modo) dejó atrás su función documentalista y explotó el espejo de la realidad para reemplazarlo por miles, millones de universos estéticos. Las fotos de tantos y tantos artistas de nuestro país y del mundo, jóvenes y maestros, siguen abriendo espacios poéticos cada vez más inéditos y sorprendentes, universos que no se verifican en la realidad visible pero sí en el inconsciente colectivo de la humanidad.
No es novedad que mucha gente (al menos quienes leen estas líneas) lleva una cámara en el celular, o tiene una pequeña cámara digital de bolsillo y se apasiona por registrar no sólo los grandes momentos (ritos de pasaje, diría un antropólogo social) sino los más cotidianos -cena con amigos, intimidades, juegos con los hijos-. Y todo se cuelga en blogs, páginas web o en redes sociales como el omnisciente Facebook. La fotografía nos demuestra que el espíritu documentalista no es propio de la fotografía sino del ser humano. No importa la poesía que acompañaba el solemne momento en que Curtis preparaba y disparaba su cámara, ni la inmediatez y rapidez con la que hoy tomamos una foto y la colgamos en la red; tanto ayer como hoy, la fotografía sigue siendo una piedra angular en la construcción de la identidad de todos nosotros.

En el Premio que Petrobrás viene sosteniendo ya desde unos cuantos años, el jurado tiene la oportunidad de revisar más de mil propuestas diferentes. Todas son diferentes y cada una construye su propio andamiaje poético, desde las que siguen las huellas de Curtis, hasta las que se cuelgan en el Facebook. Se han elegido apenas una docena de fotos que –pensamos- tienen la fuerza necesaria para poder competir por el premio mayor. Una vez más agradecemos el apoyo de los participantes, el profesionalismo de los organizadores y la buena disposición de las autoridades de Petrobrás.


LISTADO DE FINALISTAS

Nº 981 Arturo Aguiar
Título: Siempre es otro el que muere
Técnica: Fotografía color, toma directa de acción.
Dimensión 100 x 150











S


Nº 450 Margarita Wilson – Rae
Titulo: Interior #1
Técnica: Montaje Digital | Edición: 1/5 | Año: 2009 | 100 x 120


Nº 454 Maria Ananké Asseff
Título: No está hecho para sufrir
Técnica: Fotografía impresa en Lamda
Año: 2009 | 120 x 120 cm




Nº 285 Hans Igor Stoll Mikulak
Título: “3er. Bosque” de la Serie Aguas Negras.
Técnica: Fotografía digital impresa sobre papel de fibra de algodón

Nº 451 Leandro Allochis
Título: Gurú
Técnica: Fotografía digital | Año: 2009


Nº 1186 Mercedes Soledad Manrique
Título: Sin Título.
Técnica: analógica, formato medio

Nº 1338 Sergio Fasola
Título: El tigre
Técnica: fotografía digital manipulada

Nº 1186 Mercedes Soledad Manrique
Título: Sin Título.
Técnica: analógica, formato medio

Nº 665 José Ramón Moreno Fernández
Título: Geometría (2008). Serie: En Blanco
Técnica: Pigmentos minerales y papel de algodón sobre dibond
Dimensiones: 80 x 120 cms
Edición:1/5 + 2 PA

Nº 376 Julieta Anaut
Título: “En la frontera” de la Serie Destierro del mar
Técnica: Fotografía con intervención digital
Medidas: 70 x 100 cm
Año: 2009





..............................................................................................

200 AÑOS DE ARTE ARGENTINO

http://www.buenosairesphoto.com/200arte.html

Guillermo Gonzalez Taboada,
Jacobo Fiterman
y Hernán DompéRogelio Polesello,
Marcos López,
Augusto Zanella y
Esteban Pastorino

Juan Doffo,
Ana María Battistozzi,
Rodrigo Alonso y
Daniel Abate




¿Cuántos años son 200 años en términos de una vida humana?
¿Cuántas vidas dedicadas al arte suman la edad de una joven Nación?

A partir de una idea del artista Guido Indij, con la producción ejecutiva de Buenos Aires Photo y anticipándonos a la conmemoración del Bicentenario, nos hemos dispuesto a averiguarlo a través de una sesión fotográfica de estudio con destacados exponentes del arte argentino reunidos en grupos heterogéneos que suman, cada uno de ellos, 200 años.

La idea fuerza de esta muestra es la transpolación de la edad de un país en la suma etaria de un grupo humano. ¿O no somos acaso los ciudadanos los que hacemos un país? Se trata de una idea lúdica con la que inauguramos los festejos de nuestros primeros 200 años de vida.

Circo Voador é palco do 'Humaitá Pra Peixe 2010'

JB Online

RIO - O Festival de música mais esperado do Rio de Janeiro chega à sua 16ª edição reformulado. O 'Humaitá Pra Peixe 2010' acontece entre os dias 22 e 24 de janeiro, de sexta a domingo, no Circo Voador e, desta vez, vai receber 10 artistas entre novos, independentes e aqueles que ainda estão se firmando na cena nacional.

Esta edição do Festival não será a única no ano. Está nos planos para o segundo semestre, mais uma edição, bem ampliada. O foco não serão apenas os shows, mas sim todas as atividades que fazem parte da cadeia produtiva da música.

A programação, como é característica, está bem variada. O 'Humaitá Pra Peixe' receberá artistas como a cantora paulistana Maria Gadú, que acaba de lançar seu primeiro e bem sucedido álbum.

De São Paulo também vem Ana Cañas, talentosa cantora que busca se firmar entre os bons nomes da nova safra da MPB. O Rio de Janeiro será representado pela banda Tono, do guitarrista Bem Gil (filho de Gilberto Gil), pelo cantor Márcio Local, por Lia Sabugosa, por Jonas Sá e Rubinho Jacobina fazendo um show juntos, pelo curioso trabalho que junta o DJ Sanny Pitbul com o grupo de choro Tira Poeira e pela banda de hip hop Dughettu. De Alagoas vem o cantor e compositor Wado (ex Fino Coletivo). Ainda do nordeste brasileiro, a banda pernambucana Seu Chico e o virtuoso pianista Victor Araújo.

Em dezesseis anos já passaram pelas redes desta pescaria Marcelo D2, Seu Jorge, Mart'nália, Roberta Sá, Pedro Luis, Marcelinho Da Lua, Diogo Nogueira, Moska, Strike, Fresno e muitos outros.

Polonia recupera un cuadro de Monet robado hace casi una década

LA PLAYA DE POURVILLE La pintura fue robada en septiembre de 2000 del Museo Nacional en Poznán.
El lienzo, pintado en 1882, pertenece a una serie de paisajes de la costa del norte de Francia. Está valuado en cinco millones de dólares.
by Revista Ñ EL CLARIN

La policía polaca recuperó hoy el cuadro de Claude Monet La playa de Pourville, robado hace diez años del Museo Nacional de Arte de Poznan, en el oeste de Polonia, donde desde entonces colgaba una copia del original desaparecido.

La pintura, la única del autor impresionista existente en una colección polaca, se encontraba oculta en una vivienda de la ciudad de Olkusz, en el sur del país. Los agentes detuvieron a un hombre de 47 años sospechoso del robo del cuadro, valorado en unos cinco millones de dólares.

La playa de Pourville fue sustraída el 19 de septiembre de 2000 de la sala en la que se exponía, donde no existían cámaras de vigilancia ni cristales especiales para proteger las telas. La precariedad de las medidas de seguridad facilitaron el trabajo del ladrón, que, al más puro estilo cinematográfico, se limitó a cortar el lienzo para sacarlo del marco y sustituirlo por una falsificación.

El museo de Poznan adquirió el cuadro en 1906, cuando la ciudad todavía pertenecía a Alemania, cuarenta años antes de pasar a ser territorio polaco como consecuencia de los acuerdos que siguieron al fin de la II Guerra Mundial. El francés Claude Monet pintó este cuadro en 1882, dentro de una serie de paisajes de la costa de Pourville, en el norte de Francia.

sábado, 16 de janeiro de 2010

José Celso Martinez Correa, de 72 anos, será operado na próxima segunda-feira


Diretor de teatro Zé Celso será operado na segunda-feira


O diretor de teatro José Celso Martinez Correa, de 72 anos, será operado na próxima segunda-feira para a implantação de um marca-passo, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Ele está internado desde o último domingo, após passar mal. Zé Celso está na Unidade Crítica Cardiológica e seu quadro permanece estável.

Fonte: Agência Estado

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Morro da Conceição um trabalho de fotografias com os jovens moradores.

Gustavo Oliveira
jonatas pedro
by flick Fundarpe pe

jonatas pedro




Durante os meses de outubro e novembro foi iniciado no Morro da Conceição um trabalho de fotografias com os jovens moradores. Essa atividade dá início às ações para construção do Museu Comunitário.

Os jovens fizeram o exercício de registrar o seu bairro com fotografias, com câmeras de plástico de simples manuseio. Foi um curso que mostrou aos jovens a possibilidade de contarem a história do seu bairro com imagens. Como resultado foi montada uma exposição fotográfica que estabelece a comunicação dos moradores com toda a sociedade que vai até o Morro na sua festa máxima, a de Nossa Senhora da Conceição

(Texto de Emiliano Dantas, fotógrafo)

Para mais acessem o Flickr da garotada: www.flickr.com/photos/morrodaconceicao/
Esse conteúdo foi criado por:

Emiliano Dantas (fotógrafo/a)
Postado por:

Geyson Magno

Autorizado por:
Coordenadoria de Fotografia da Fundarpe

em 18.12.2009 às 14h24jonatas pedro

Samico



Em pernambuco o grande artista Gilvan Samico continua produzindo e antenado ao mundo.
Morando em Olinda, sua obra ganha cada dia maiores dimensões Internacionais.