Total de visualizações de página

sábado, 26 de dezembro de 2009

São Luiz anuncia programação após reabertura. Filme sobre Lula é destaque

O cinema S.Luiz era o point até os anos 70/80 dos intelectuais recifenses, uma das melhores salas do Nordeste e quiça do Brasil, de Luiz Severiano Ribeiro, que tinha um similar em Fortaleza.Ali perto estavam lojas de discos famosas, a famosa sorveteria Gemba, livrarias e a famosa Conde da Boa Vista.Fechou e depois de conluios políticos; volta a reabrir, parabéns Recife, ele ,o cinema fez parte da minha vida .Paulo Vasconcelos






O Cinema São Luiz – que fica na rua Sebastião Lins, esquina com a avenida Conde da Boa Vista, foi inaugurado em 1952 e fechou suas portas em 2006. Por algum tempo houve especulações que o local se tornaria uma faculdade, um teatro ou um centro cultural, mas, após inúmeros protestos da população recifense, o governo do estado decidiu reformar e reabrir o cinema. A capacidade da sala é de 902 pessoas.

“O São Luiz faz parte das mentes e corações dos pernambucanos. É um orgulho poder devolve-lo à população. Essa reforma faz parte de uma política pública, um trabalho que fomenta a cultura pernambucana. O São Luiz é um cinema aberto ao povo”, pontuou a preisdente da Fundarpe, Luciana Azevedo.

Fonte: Pernambuco.comhttp://bit.ly/6gZeT5Do













JC Online
O Cinema São Luiz anunciou a programação de filmes que serão exibidos durante o mês de janeiro. Entre os longas que constam na grade, estão Lula, O Filho do Brasil, além dos longas-metragens pernambucanos Baile Perfumado, Orange de Itamaracá, KFZ-1348 e Deserto Feliz. As entradas vão custar R$ 4 a inteira e R$ 2 a meia.

O cinema será reaberto numa solenidade na próxima segunda-feira (28), realizada apenas para convidados. O filme que vai marcar a reinauguração do São Luiz é o longa-metragem Baile Perfumado, de Paulo Caldas e Lírio Ferreira, que estreou em 1997 no mesmo cinema, que agora é administrado pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuico (Fundarpe).

O filme traz a história real do libanês Benjamin Abrahão, mascate responsável pelas únicas imagens de Virgulino Ferreira, o Lampião. Lula, O Filho do Brasil, de Fábio Barreto, estreia na sexta-feira (15), e contará com três sessões diárias, às 16h, 17h30 e 20h.

Além dos longas, o público poderá assistir todos os dias a sessões gratuitas de curtas pernambucanos que foram selecionados através de convocatória da Fundarpe. Ao todo, serão 15 curtas-metragens. Confira a programação completa NO JORNAL DO COMÉRCIO RECIFE PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário