sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Cinema brasileiro recente para ver em Lisboa

Imagem PVasconcelos
retirdo do D Notícias PThttp://www.prensaescrita.com/diarios.php?codigo=POR&pagina=http://www.jn.pt
JOÃO ANTUNES


O actor e realizador Matheus Nachtergaele é o convidado de honra da 4ª Mostra de Cinema Brasileiro, que decorre de hoje até depois de amanhã, domingo, no Cinema S. Jorge, em Lisboa. Abre com "Romance", de Guel Arraes, às 16 horas.

Pelo quarto ano consecutivo, são apresentados alguns filmes contemporâneos e são homenageadas algumas personalidades do meio cinematográfico brasileiro.

O programa, que inclui um total de 12 filmes, está dividido em três segmentos, um por dia. Assim, hoje, estará em destaque, de forma genérica, a produção mais recente, com o grande destaque para a exibição, às 23 horas, de "Meu nome não é Johnny", de Mauro Lima, o filme brasileiro mais visto no ano passado. Antes, poder-se-ão ver o já referido "Romance", "Santiago", documentário de João Moreira Salles (18.30 horas), e "Chega de saudade", de Lais Bodanzky (21).

O dia de amanhã será ocupado com a homenagem ao realizador Domingos de Oliveira, que não estará presente entre nós, como fora inicialmente anunciado. Um veterano da televisão brasileira, onde dirigiu, por exemplo, a série "Confissões de adolescentes", tem também uma obra variada no cinema, como se poderá verificar pela exibição de quatro dos seus filmes, tocando géneros tão distintos como a comédia ou o drama: "Feminices" (16 horas), "Separações" (18.30), "Juventude" (21) e "Carreiras" (23).

A mostra termina, em beleza, no domingo, com a presença do actor Matheus Nachtergaele, que estará junto do público na sessão da noite a apresentar o seu primeiro trabalho como realizador, "A festa da menina morta".

Exibido na secção Un Certain Regard e considerado um dos grandes filmes de Cannes em 2008, o filme aborda com crueza e frontalidade a questão da fé, na região amazónica.

Durante o dia, serão ainda exibidos outros trabalhos em que Nachtergaele participou como actor: "O auto da compadecida", (16 horas), "Tapete vermelho" (18.30) e "A concepção" (23).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bienal de Istambu anuncia lista de artistas participantes...

Por: Rev.Brasileiros O brasileiro Victor Leguy está entre os selecionados para a mostra, que abre em setembro Adicionar  Os curador...