Total de visualizações de página

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Filme de Michael Moore fora da lista do Óscar de Documentário


http://bit.ly/39QH89

MICHEL MOORE E A PERSEGUIÇÃO AO SEU PENSAMENTO CRÍTICO AO CAPITALISMO AMERICANO PAULO VASCONCELOS

Títulos de peso como 'Tyson' ou 'The September Issue' também não constam no rol dos 15 pré-seleccionados

O novo documentário militante de Michael Moore, Capitalism: A Love Story, que se estreia no dia 26 em Portugal, não surge na lista dos 15 documentários escolhidos pela Academia de Hollywood como candidatos à nomeação ao Óscar de Melhor Documentário de Longa-Metragem, que foi ontem divulgada.

Destes 15, serão seleccionados os cinco candidatos finais à estatueta da categoria. Havia 89 filmes concorrentes no total.

Entre outros títulos igualmente ausentes desta pré-selecção, estão também Tyson, de James Toback, sobre a ascensão e queda do famoso pugilista, que teve estreia comercial em Portugal; e The September Issue, de R. J. Cutler, que documenta a feitura do número de Setembro da revista Vogue, o mais importante e mais volumoso do ano, e foi exibido há poucos dias no Estoril Film Festival.

Da lista constam documentários como The Cove, que denuncia a matança clandestina de golfinhos no Japão; Mugabe and the White African, sobre a luta dos fazendeiros brancos do Zimbabwe contra a ocupação ilegal e destruição das suas quintas, perante a inacção do Governo de Robert Mugabe; Valentino: The Last Emperor, que faz a crónica dos últimos dias do famoso estilista italiano à frente da casa de moda que fundou; Burma VJ, composto por imagens feitas clandestinamente, dos protestos contra o Governo militar da Birmânia; ou ainda o autobiográfico As Praias de Agnès, de Agnès Varda, já exibido em Portugal.

As nomeações para os Óscares serão anunciadas no dia 2 de Fevereiro de 2010. A cerimónia de entrega das estatuetas está marcada para 7 de Março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário