Total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Helena Almeida expõe pela primeira vez em Inglaterra

Técnica: Serigrafia
Dimensões do Papel: 56,5X47,5 cm
Dimensões da Mancha: 56,5X47,5 cm
A Helena Almeida está representada no Centro de Arte Moderna - Fundação Gulbenkian. É uma das artistas eleita, para fazer parte da exposição permanente, estando exposta com várias obras.




Jornal'The Guardian' elogia a portuguesa e elege-a como "artista da semana". Mostra até 15 de Novembro

A artista plástica Helena Almeida, cuja obra se encontra em exposição pela primeira vez no Reino Unido, foi escolhida pelo jornal The Guardian como "artista da semana".
"Seja a rasgar telas ou a comer tinta azul, esta artista portuguesa faz experiências com materiais para produzir um trabalho que é ao mesmo tempo libertador e complexo", escreve a crítica de arte Jessica Lack a propósito da exposição de Helena Almeida na Kettle's Yard, a antiga casa do curador e coleccionador Harold Stanley 'Jim' Ede, em Cambridge, que acolhe até 15 de Novembro uma exposição a solo da artista portuguesa com uma selecção de obras dos últimos 40 anos.
Da exposição, Lack destaca Estudo para um enriquecimento interior, de 1977, uma série de fotografias nas quais a artista aparece como se estivesse a engolir tinta azul - uma cor que remete para a obra de Yves Klein. A crítica recorda ainda o facto de a obra de Helena Almeida, nascida em 1934, estar marcada pela vivência do "regime de direita de António Salazar" e pela influência do movimento concretista brasileiro, liderado por Hélio Oiticica e Lygia Clark. A acompanhar a exposição, que tem o patrocínio da Fundação Gulbenkian, foi publicado um catálogo bilingue com informações sobre Helena Almeida e ensaios de Alyce Mahon e Lilian Tone.
Tags: Cartaz, Artes Plásticas

Nenhum comentário:

Postar um comentário