quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Jim Hodges na sua primeira exposição em uma grande instituição européia. França





O Centro Pompidou recebe o artista americano Jim Hodges para a primeira exposição dedicada a ele por uma grande instituição européia.

Artista reconhecido no cenário americano, Jim Hodges apresenta cerca de sessenta de seus trabalhos no Museu Nacional de Arte Moderna e oferece um panorama da obra do universo e singular exceção do criador.

Nascido em 1957 em Washington, Jim Hodges tem desenvolvido desde a década de 1980, um radical e do trabalho original, onde o projeto é onipresente. Ele discute a fragilidade, a temporalidade, o amor ea morte, usando o vocabulário da natureza e inspirá-los. O resultado é simples, bonito, expressivo.

Muito contrastantes o trabalho de Hodges pode ser minimalista pela contagem de determinadas peças ou exuberância barroca, a riqueza de materiais, cores brilhantes e suntuoso que ele usa. Artista americano explora tanto de materiais como papel humilde, pontos coloridos ou flores em tecido, como materiais mais sofisticados, como folha de ouro. Suas obras, influenciadas pela natureza da literatura, mas também a espiritualidade, a combinação desses materiais em uma colagem meticulosa e precisa, costura, montagem e corte.

Sua cadeia plástica em muita teias: de aranha de prata, cortar as imagens, conjuntos de música de folha, flores derrotou espelhos quebrados ou desenhar uma imagem diferente da realidade, o trabalho de Jim Hodges, que expressa a sua visão original de um mundo marcado por tanta beleza ea alegria da vida, doença e morte.

EXPOSITIONS AU CENTRE


14 octobre 2009 - 18 janvier 2010
11h00 - 21h00 http://bit.ly/3NylhM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bienal de Istambu anuncia lista de artistas participantes...

Por: Rev.Brasileiros O brasileiro Victor Leguy está entre os selecionados para a mostra, que abre em setembro Adicionar  Os curador...